Conecte-se com o Verde

  1. Comunidade do Paritdo Verde no Orkut
  2. Flickr do Partido Verde PR

Leandre debate diagnóstico de envelhecimento populacional com a UTFPR

| 0 comments

Leandre debate diagnóstico de envelhecimento populacional com a UTFPR 

Objetivo é realizar levantamento de dados para conhecer o perfil da população idosa no Paraná, utilizando metodologia criada no campus de Pato Branco para o Cidade Amiga do Idoso

A deputada federal Leandre Dal Ponte (PV-PR) esteve no início desta semana ( segunda-feira, 10), na reitoria da UTFPR (Universidade Tecnológica Federal do Paraná), em Curitiba, para conversar sobre a realização de um diagnóstico para traçar o perfil da população idosa no Estado do Paraná, utilizando uma metodologia desenvolvida pelo campus de Pato Branco da UTFPR a partir da avaliação das referências do Guia Global Cidade Amiga do Idoso da OMS (Organização Mundial da Saúde).

Participaram da reunião a vice-reitora da UTFPR, Prof. Vanessa Ishikawa Rasoto, o pró-reitor de Relações Empresariais e Comunitárias, Prof. Douglas Paulo Bertrand Renaux, o pró-reitor Adjunto de Relações Empresariais e Comunitárias, Prof. Carlos Raimundo Erig Lima, e Vilson Ongaratto, assessor de Desenvolvimento Institucional.

No dia 12 de Julho, o campus de Pato Branco da UTFPR apresentará à comunidade os resultados e o relatório final da pesquisa, essencial para a certificação do município como Cidade Amiga do Idoso pela OMS. Pato Branco foi o primeiro município do Paraná e o terceiro do Brasil a conseguir esta certificação internacional.

Como explicou a deputada Leandre, a pesquisa é um dos primeiros passos para que um município inicie o processo de certificação junto à OMS como Cidade Amiga do Idoso.

“Com a certificação de Pato Branco, muitos municípios vieram buscar informações sobre a certificação e como se preparar melhor para acolher a população idosa. Então, nossa ideia é que a universidade seja nossa parceria na realização deste diagnóstico, aproveitando o conhecimento que o campus da UTFPR de Pato Branco já possui para fazer esta pesquisa”, comentou Leandre.

A ideia dos pró-reitores da UTFPR é que, após o comprometimento do governo com o Cidade Amiga do Idoso, cada um dos 13 campi seja responsável pelo levantamento de dados sobre a população idosa em cinco município dentro da área de atuação de cada campus.

“Desta forma, teríamos um bom início de diagnóstico sobre a população idosa no Paraná. Este questionário, que é anterior ao programa, é feito com os próprios idosos. São eles que vão dizer como querem que a cidade seja preparada para melhor receber essa parcela da população”, acrescentou Leandre.

O modelo de Pato Branco 

Em novembro do ano passado, Leandre apresentou um modelo inovador de gestão do programa Cidade Amiga do Idoso, da OMS, desenvolvido em Pato Branco no seminário internacional “Ciudades Amigables com las Personas Mayores”, no Chile.

“A OMS pretende levar o programa Cidade Amiga do Idoso para todo o Paraná, para que seja uma política de Estado, como já anunciada pelo governador eleito, Ratinho Junior”, lembrou a deputada. “Por isso, é tão importante a participação e a parceria da UTFPR neste processo”, observou.

Em Pato Branco, o diferencial no modelo de gestão é a participação da sociedade civil organizada, através dos clubes de serviço como o Rotary, Administração Municipal, Conselho Municipal do Idoso e universidades.

Este modelo de gestão já foi validado pela Organização Mundial da Saúde. Assim, pode ser implantado em qualquer município do Brasil.

 

 

Rafael H. Barzotto
Assessoria de Imprensa Deputada Leandre (PV-PR)
Fones (41) 2112-3747 – (41) 9 9143 1986

Deixe uma resposta

Required fields are marked *.


HostFirewall