Conecte-se com o Verde

  1. Comunidade do Paritdo Verde no Orkut
  2. Flickr do Partido Verde PR

28 de Setembro de 2016
por Partido Verde
0 comentários

Orientações para as Eleições 2016

No dia da Eleição, É CRIME:
• a divulgação de qualquer espécie de propaganda de partidos políticos ou de seus candidatos;
• a arregimentação do eleitor ou a propaganda de boca de urna;
• a aglomeração de pessoas portando vestuário padronizado, bandeiras, broches, dísticos e adesivos (manifestação coletiva), com ou sem utilização de veículos, até o término da votação;
• o derramamento de santinhos próximo a locais de votação;
• o uso de alto-falantes e amplificadores de som, a promoção de comício, passeata, carreata;
• o transporte de eleitores realizado por candidatos, partidos ou coligações ou em seu interesse (proibido desde o dia anterior até o posterior à eleição);
• no recinto das seções eleitorais e juntas apuradoras, o uso de vestuário ou objeto que contenha qualquer propaganda de partido político, coligação ou candidato, pelos servidores da JustiçaEleitoral, mesários e escrutinadores;
• a utilização, por fiscais partidários, de propaganda no vestuário ou a sua padronização;
• estacionar veículo adesivado em frente aos locais de votação, com intenção de realizar propaganda eleitoral (exceto o eleitor, para o exercício do voto).
No dia da Eleição, É PERMITIDO:
• o transporte de eleitores realizado pelo Juízo Eleitoral por meio de comissão de transportes (Lei 6.091/74);
• a manifestação individual e silenciosa da preferência do eleitor por partido, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos;
• a propaganda eleitoral veiculada gratuitamente na internet, em sítio eleitoral, em blog, em sítio interativo ou social, ou em outros meios eletrônicos de comunicação do candidato, ou no sítio do partido ou da coligação.
Obs. É vedada a utilização de Celulares, máquinas fotográficas, filmadoras, equipamentos de rádio comunicação ou instrumento assemelhado na cabina de votação.
Lembre-se, A QUALQUER TEMPO:
• A COMPRA DE VOTO É CRIME ELEITORAL É crime dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou para outrem, dinheiro, dádiva, ou
qualquer outra vantagem, para obter ou dar voto e para conseguir ou prometer abstenção, ainda que a
oferta não seja aceita.
• É vedada a confecção, utilização e distribuição – por comitê, candidato ou com a sua autorização, de camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, ou quaisquer outros bens e materiais que possam proporcionar vantagem ao eleitor.
• É vedada a veiculação de propaganda de qualquer natureza nos bens públicos, nos bens cujo uso dependa de cessão ou permissão do poder público, e nos bens públicos de uso comum, inclusive postes de iluminação pública, sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus e outros equipamentos urbanos.
PV1-021

31 de Agosto de 2016
por Partido Verde
0 comentários

Encontro de apoio à Gustavo Fruet na sede do Partido Verde do Paraná

Funcionários da Secretaria do Meio Ambiente de Curitiba participaram na noite dessa terça-feira (30) de um encontro de apoio à reeleição do prefeito Gustavo Fruet, da coligação Curitiba Segue em Frente (PDT/PV/PRB/PTB/PPS). A reunião aconteceu na sede do Partido Verde do Paraná, no bairro Bom Retiro. Gustavo ressaltou os avanços que a cidade teve desde 2013 na área ambiental, com os investimentos em drenagem, limpeza de rios, e com a conservação de quase 9 milhões de metros quadrados de áreas verdes para favorecer a preservação da biodiversidade.

Ao todo, a gestão do prefeito Gustavo Fruet criou cinco novos parques, a Reserva do Bugio e sete bosques. A extensão de área conservada é três vezes maior do que a soma das áreas de preservação criadas nos 20 anos anteriores. A prioridade dada pelo prefeito à área ambiental somado à transparência na condução da prefeitura fez o agente administrativo Márcio Tieppo decidir apoiar o Gustavo. “Eu conheci o pai dele. Como o Maurício, ele é aberto ao diálogo com a população.”

Houve ampliação dos investimentos em macrodrenagem, com a limpeza de rios e córregos, além da realocação de 2,6 mil famílias que viviam na beira de rios. Isso garantiu o escoamento da água da chuva, principalmente nos bairros Boqueirão, Uberaba e Cidade Industrial. Com isso, apesar das fortes chuvas nos últimos meses, a cidade não tem famílias desabrigadas há mais de um ano. No Rio Pinheirinho, na bacia do Rio Iguaçu/sub-bacia do Rio Belém, estão sendo construídas contenções em concreto para dar vazão rápida a água da chuva, o que beneficia moradores do Hauer, Fanny, Lindóia, Parolin e Guaíra.

Gustavo ressaltou que esses avanços foram conquistado graças ao empenho dos funcionários da Prefeitura. “Isso é trabalho de vocês, com planejamento de médio e longo prazo.” Destacou também que a sustentabilidade da gestão se deu na área financeira, com o reequilibro do caixa da prefeitura ao pagar dívidas das gestões anteriores, garantir salários e os repasses para o Instituto de Previdência de Curitiba.

A responsabilidade fiscal do Gustavo é uma das qualidades destacadas pelo designer Francisco Accioly. “Eu voto no Gustavo pela criação das áreas verdes na cidade pela gestão que ele fez, pegou obras inacabadas, concluiu e avançou.”

Inovação

A gestão do Gustavo também inovou ao criar as Estações de Sustentabilidade, contêineres adaptados para receber lixo reciclável e que são reutilizados por associações de recicladores. Quatro caçambas para receber restos de construção civil e resíduo vegetal. Isso evita o descarte irregular em córregos e rios. Mais de 37 mil quilos de recicláveis foram recolhidos. E, com isso, 245 mil quilos de restos de vegetais e de construções foram depositados corretamente.

Fonte: www.fruet.com.br

12 de Agosto de 2016
por Partido Verde
0 comentários

Sarney Filho reforça diálogo com municípios

O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, reiterou a preocupação de sua gestão em encontrar formas de aparelhar os municípios, sobretudo aqueles com carência de recursos e de pessoal, para implementar uma política ambiental que atue sobre o local e, ao mesmo tempo, que ajude o Brasil a alcançar suas metas em relação aos acordos internacionais.

Uma das alternativas em estudo é a alocação de recursos de fundos de meio ambiente para que possam ser efetivamente utilizados pelos entes federados. “Estamos trabalhando para rever o uso desses recursos e esperamos, até o ano que vem, poder utilizá-los nos municípios”, disse o ministro. Ele citou que entre os R$ 800 milhões já investidos pelo Fundo Amazônia, por exemplo, apenas seis cidades foram beneficiadas.

Sarney Filho e sua equipe se encontraram, nesta quinta-feira (11/08), em Brasília, com integrantes do Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras e do Distrito Federal – CB27, em reunião considerada histórica. O ministro assegurou apoio institucional ao grupo, criado em 2012.

Veja fotos aqui

A dificuldade no acesso a recursos de fundos ambientais, a urgência para a implantação de políticas de saneamento e de resíduos sólidos em nível municipal e a responsabilidade local sobre a mudança do clima foram os principais pontos discutidos entre o Ministério do Meio Ambiente e o CB27.

PARCERIAS REAIS

“O Fórum é recebido pela primeira vez no Ministério do Meio Ambiente e nós trazemos as demandas de 27 secretarias, que representam 50 milhões de habitantes e um terço do PIB brasileiro”, afirmou Eduardo Matos, coordenador do CB27 e secretário de Meio Ambiente da prefeitura de Aracaju (SE).

Para o secretário da Cidade Sustentável, de Salvador (BA), André Fraga, a reunião foi muito proveitosa. “O ministro passou uma mensagem objetiva de que quer efetivamente ter um relacionamento claro com os municípios. A agenda ambiental sem poder local não funciona. Saímos todos daqui extremamente animados com os desdobramentos que virão”, afirmou André Fraga.

André Lima, secretário de Meio Ambiente do Distrito Federal, disse que aprofundar o diálogo com o MMA aprofunda a lógica das parcerias reais. Ele defendeu a diversificação de fontes de recursos para os municípios para que se possa cumprir a agenda climática de forma mais independente e criativa.

Representando o Ministério, participaram da reunião os secretários de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental, Edson Duarte, de Biodiversidade e Florestas, José Pedro de Oliveira Costa, de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental, Everton Frask Lucero, de Recursos Hídricos e  Ambiente Urbano, Ricardo Soavinski, além de gestores das entidades vinculadas ao MMA.

Estavam presentes, por parte dos gestores locais, os secretários estaduais e municipais de Meio Ambiente de Goiás, Amazonas, Mato Grosso do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais, Pará, Alagoas e Ceará. E ainda de representantes da Fundação Konrad  Adenauer, da Account Manager Cities (CDP) e ICLEI SAMS (Associação Mundial de Governos Locais e Subnacionais dedicados ao desenvolvimento sustentável), apoiadores do CB27.

CB27: SAIBA MAIS

O Fórum de Secretários de Meio Ambiente das Capitais Brasileiras e do Distrito Federal permite a troca de experiências sobre projetos de gestão ambiental frente à mudança do clima no âmbito das cidades, aproveitando de boas práticas de todas as capitais. O CB27 foi fundando durante a Conferência das Nações Unidas pelo Desenvolvimento sustentável no ano 2012, a Rio+20, pelo secretário de meio ambiente do Rio de Janeiro.

O Fórum já realizou seis encontros nacionais e 16 regionais, em 21 capitais brasileiras e discute atualmente sua formalização jurídica.

Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA): (61) 2028-1227

Fonte:pv.org.br

11 de Agosto de 2016
por Partido Verde
0 comentários

Alvaro Dias reitera apelo para construção da segunda ponte de Foz

O Líder do PV, senador Alvaro Dias, intermediou reunião, nesta quarta-feira (10/8), entre o embaixador do Paraguai, Manuel Cáceres, e o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, para tentar vencer os obstáculos que impedem a construção da segunda ponte de Foz do Iguaçu, que vai ligar o Paraguai ao Paraná.

A deputada paranaense Leandre (PV) também participou da reunião. “Essa ponte é fundamental para os interesses dos dois países, e o impasse se arrasta há vinte anos. Precisamos eliminar os obstáculos que estão no meio do caminho”, disse Alvaro Dias.

Segundo o embaixador do Paraguai, há pelo menos 2 anos, dificuldades burocráticas envolvendo o Dnit e o Ibama estão travando o início da obra, principalmente em relação à falta de entendimento sobre o projeto executivo do acesso. Manuel Cáceres disse ao ministro que o governo paraguaio pretende investir R$ 4 bilhões nas obras. “Esse é um projeto de interesse nacional”, destacou o embaixador.

O ministro Sarney Filho marcou uma reunião para a próxima semana entre a área técnica dos órgãos envolvidos, o embaixador e o senador Alvaro Dias para corrigir os eventuais problemas que estejam dificultando a construção. “Minha intenção é eliminar a burocracia, e, se não houver nenhum problema grave que inviabilize a obra, simplificar esse processo”.

Fonte : www.alvarodias.com.br

10 de Agosto de 2016
por Partido Verde
0 comentários

10 de agosto – Dia Internacional do Biodiesel

10 de agosto é o Dia Internacional do Biodiesel, um combustível feito a partir de óleos vegetais ou gordura animal, de energia renovável e biodegradável, que pode substituir total ou parcialmente o óleo diesel mineral, ajudando a reduzir a emissão de gases poluentes na atmosfera.

O Brasil é um dos maiores produtores de biodiesel no mundo, e a maior parte é de origem vegetal. Confira 4 culturas que podem ser usadas para a produção desse combustível:

Fonte: www3.syngenta.com